quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

ADRIANO ZAGO FAZ ABERTURA DO PROGRAMA PRÓ-LETRAMENTO

Adriano Zago faz abertura do evento com professoras da UFU responsáveis pelo encontro

Coordenadores de várias cidades de Minas participam do encontro


Representantes de 46 municípios mineiros estiveram presentes no Encontro dos Coordenadores do Pró Letramento realizado na quarta-feira (08), no plenário da Câmara Municipal.
O encontro, promovido pela Faculdade de Educação da Universidade Federal de Uberlândia (UFU), teve como objetivo principal apresentar o modo de operacionalização e gestão administrativa do programa que será oferecido em 2011 a professores de regiões próximas a do Triângulo Mineiro nos eixos da Matemática e Língua Portuguesa.
O Pró Letramento é um programa de formação continuada dirigido a professores das séries iniciais do ensino fundamental que visa a melhoria do ensino e da aprendizagem dos alunos em leitura, escrita e matemática.
O programa irá formar tutores de todos os 46 municípios escalados no eixo Uberlândia, com carga horária de 120 horas, para que os mesmos tenham impacto na sala de aula onde os professores de cada município ensina.
O curso tem início em fevereiro de 2011 com o Seminário de Formação Inicial de 40h, segue com dois seminários de Acompanhamento que serão realizados um em maio e outro em julho, e um Seminário de Avaliação no mês de setembro. Para participar, os professores cursistas deverão ter vínculo com o sistema de ensino e atuar em classes dos anos/séries iniciais do ensino fundamental.

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

VEREADOR PARTICIPA DE REUNIÃO PARA DISCUTIR MELHORIAS NO PENITENCIÁRIA PIMENTA DA VEIGA

Adriano Zago durante a reunião

Representantes de diversos segmentos estiveram presentes

O vereador Adriano Zago participou na manhã da quinta-feira (02) da reunião mensal da Comissão de Fiscalização e Acompanhamento de Penas do Sistema Prisional de Uberlândia, no Presídio Pimenta da Veiga.
No evento foram debatidos temas como as funções da comissão, fiscalização das penas, visitas aos estabelecimentos da instituição e as metas prioritárias.
Adriano Zago ressaltou que tem três motivos para estar presente nas reuniões da comissão. "Em primeiro lugar como cidadão, que participa do processo de transformação social. Em segundo lugar como advogado, que acredita na recuperação dos apenas e em terceiro lugar como um agente político, que tenho compromisso e responsabilidade para com a sociedade uberlandense", finalizou.

SEMANA NACIONAL DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA

Abertura do evento

Adriano Zago e autoridades durante o evento


O vereador Adriano Zago participou da abertura da XII Comemoração Municipal da Semana Nacional da Pessoa com Deficiência, realizada na segunda-feira (30), no Anfiteatro Cícero Diniz, no Centro Administrativo da Prefeitura de Uberlândia.
Na solenidade, o público presente pode prestigiar a execução do Hino Nacional Brasileiro pela banda Absurdos, do Conservatório Estadual Cora Pan Caparelli.
Durante a semana a programação se pautou em temas relacionados à acessibilidade.

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

segunda-feira, 29 de novembro de 2010


COMEDIANTE RECEBE TÍTULO DE CIDADÃO UBERLANDENSE

Momento da entrega do título de Cidadão Uberlandense a Clayton Silva


Clayton Silva agradece ao vereador Adriano Zago por ter realizado
seu grande sonho, de ser realmente um cidadão uberlandense

Adriano Zago fala sobre a importância do título dado a Clayton Silva


O comediante Clayton Silva, do programa “A praça é Nossa”, do SBT, recebeu, na sexta-feira (26), o Título de Cidadão Uberlandense, uma homenagem de autoria do vereador Adriano Zago. O evento aconteceu no Plenário da Câmara Municipal de Uberlândia e contou com a presença de familiares e amigos, que aproveitaram para prestigiá-lo.
Clayton Silva é natural de Carmo do Paraíba, mas iniciou sua carreira em Uberlândia, na antiga Rádio PRC6 (Difusora), como lavador das escadas do prédio, mas logo em seguida foi apadrinhado pelo radialista Ari Novaes Rocha, começou a atuar como ator. Pouco tempo depois se tornou diretor dos programas Clube Infantil e do Clube Juvenil, da emissora. Trabalhou 5 meses na Rádio Educadora e, em 1958 foi para São Paulo, quando fez um teste na Rádio Record e foi aprovado para tomar conta do programa “Enquanto o fantasma não vem”, contando histórias do além.
Aos 72 anos, Clayton Silva atua na TV, em programas humorísticos, e faz shows de humor por todo o Brasil. Atuou no programa "Praça da Alegria", comandado por Manoel da Nóbrega.
Um de seus personagens mais conhecidos é a de um caipira, que com o comediante Paulo Pioli, apresenta-se no programa "A Praça é Nossa", no quadro "Êta Fuminho Bão". Os dois são compadres e, à medida em que vão picando e enrolando fumo de corda, vão comentando fatos de suas vidas, acabando sempre por incluir Carlos Alberto da Nóbrega.
Também faz sucesso com o personagem cujo bordão é "tô de olho no sinhô". No cinema, Clayton Silva atuou em, dentre outros filmes, "O Bem Dotado Homem de Itu" (1978); "As Aventuras de Mário Fofoca"(1982); "Pecado Horizontal" (1982); "Tara das Cocotas na Ilha do Pecado". Clayton Silva participa do programa humorístico "A Praça é Nossa", do SBT.
O título de Cidadão Uberlandense é dado à pessoas que mesmo não sendo nascidas na cidade, muito contribuiram para o seu desenvolvimento e levam com orgulgo o nome de Uberlândia aos quatro cantos, por onde passam.

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

PROCON MÓVEL VAI TIRAR DÚVIDAS E ORIENTAR MORADORES DO BAIRRO TAIAMAN

Nesta sexta-feira (26), das 12h às 18h, a unidade móvel da Superintendência de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) vai tirar dúvidas e orientar os consumidores e prestadores de serviço do bairro Taiaman. O Procon Móvel estará estacionado na rua dos Taróis, em frente ao nº 150. O atendimento é gratuito e não é preciso agendar um horário.
Desde agosto a unidade realiza visita aos bairros e já passou pelo Roosevelt, Centro, São Jorge, Ipanema, Nossa Senhora das Graças, Luizote de Freitas, Tibery, Canaã e Martins. “São quatro bairros visitados por mês, sempre às sextas-feiras. Com a unidade móvel na rua, conseguimos atender pessoas que não vinham até o Procon”, destacou o superintendente do Procon, Franco Cristiano.

A população pode sugerir os próximos bairros que o Procon Móvel irá visitar. É só ligar no 3291-1613.

DIA LATINO AMERICANO E CARIBENHO DE LUTA CONTRA A VIOLÊNCIA À MULHER - 25 DE NOVEMBRO

Por ocasião do Dia Latinoamericano e Caribenho de Luta contra a Violência contra a Mulher, nós, do movimento feminista, vimos a publico para expressar a nossa indignação frente à persistência e crueldade da violência contra a mulher e a falta de empenho e compromisso dos governos e órgãos competentes para reverter esta situação.
A violência contra a mulher é a maior expressão das desigualdades vividas entre homens e mulheres na sociedade. A raiz desta violência está no sistema capitalista e patriarcal que impõem uma necessidade de controle, apropriação e exploração do corpo, vida e sexualidade das mulheres. Esta violência, ao mesmo tempo em que é produto da opressão patriarcal, também estrutura a subordinação das mulheres.
A violência marca o cotidiano de milhares de mulheres que têm suas integridades físicas e psicológicas violadas, a sexualidade controlada, receosas em espaços públicos, com sua liberdade de ir e vir cerceada, e suas vidas profissionais limitadas,
Hoje, outras formas de expressão do machismo e misoginia têm se intensificado na sociedade, como a mercantilização do corpo e vida das mulheres com a imposição de padrões estéticos e de beleza baseados na magreza e na eterna juventude. Essa imposição reforça o consumo exacerbado e fútil, ao mesmo tempo em que mina o amor próprio das mulheres. Há uma permanente desqualificação àquelas que estão fora dos padrões, fato que é usado como justificativa para violência. Cada vez mais o cotidiano de milhares de mulheres é marcado por uma série de humilhações e agressões. Entre os exemplos recentes que causaram indignação está o “rodeio das gordas”, promovido pelos alunos da UNESP, em que meninas que, na visão dos alunos, estavam fora dos padrões de peso, foram "montadas" como acontecem nos rodeios.
Estes episódios também chamam a atenção para a forma como a violência tem um forte componente da virilidade, que a identidade masculina cultua e valoriza desde a infância.
Esta violência se intensifica quando aliada ao racismo, que tem feito das jovens, principalmente negras, as maiores vítimas do trafico de mulheres e do aliciamento à prostituição, que alimenta o capital de grandes empresas e máfias pelo Brasil e mundo afora.
Os crimes de ódio e a banalização da violência têm sido uma triste marca do último período, com a morte de Eliza Samudio em Minas Gerais e de Mércia Nakashima, em Guarulhos. São exemplos que se ressaltam pelo nível da crueldade e banalização destas vidas, além do descaso, pois elas já haviam denunciado a situação.
A nossa sociedade persiste no modelo da divisão sexual do trabalho que imputa às mulheres a prioridade do trabalho doméstico e de cuidados. As mulheres estão sobrecarregadas, mas as tarefas de reprodução da vida não são valorizadas, nem reconhecidas como parte da economia. Ao mesmo tempo em que, por esta mesma razão, as mulheres se transformam em mão de obra barata no mercado de trabalho. Muitas, pelas responsabilidades que têm na casa e família, são obrigadas a abrir mão do emprego, ficando sem autonomia econômica, o que as torna mais vulneráveis frente à violência.
Já faz quatro décadas que o movimento feminista brasileiro vem lutando para que a violência sexista seja compreendida como um problema político e social, fundado nas relações de poder entre homens e mulheres. Mas que, por se dar, na maioria das vezes nas relações familiares e afetivas, a sociedade tenta naturalizar ou tratar como algo privado e sem relevância social. Neste sentido, a criação da lei Maria da Penha contribuiu para desnaturalizar e tipificar a violência contra a mulher como um crime. O grande desafio após quatro anos da lei é implementá-la na pratica em todas as suas dimensões. Os obstáculos estão fundados na omissão de muitos governos estaduais e municipais, que se soma ao machismo impregnado no sistema judiciário e órgãos afins, para que a lei Maria da Penha se transforme em letra morta.
Sabemos que, para superar de fato a violência contra a mulher, são necessárias políticas estruturais que alterem o status da mulher na sociedade, e políticas publicas de apoio e prevenção à violência. Mas não abrimos mão de que também haja punição, pois a impunidade dos agressores é que lhes dá a certeza de continuar praticando a violência. Recai sobre a mulher todo o estigma da violência enquanto o agressor é poupado e preservado em sua cidadania.
Nós acreditamos que só as mulheres organizadas em luta poderemos transformar essa realidade, por isso nesse 25 de novembro de 2010, estaremos nas ruas denunciando a violência pois queremos que ela seja considerado algo inaceitável por todas à sociedade; Estaremos exigindo políticas de igualdade para às mulheres sejam efetivadas no Estado Brasileiro no executivo, no legislativo e judiciário.

A realidade da violência contra a mulher no Brasil

Segundo o Mapa da Violência 2010, realizado pelo Instituto Sangari, uma mulher é assassinada a cada duas horas no Brasil, o que faz do país o 12° no ranking mundial de assassinatos de mulheres. 40% dessas mulheres têm entre 18 e 30 anos. A maioria das vítimas é morta por parentes, maridos, namorados, ex-companheiros ou homens que foram rejeitados por elas.
Em dez anos (de 1997 a 2007), 41.532 meninas e adultas foram assassinadas, segundo o Mapa da Violência 2010, estudo dos homicídios feito com base nos dados do SUS. A média brasileira é de 3,9 mortes por 100 mil habitantes; e o estado mais violento para as mulheres é o Espírito Santo, com um índice de 10,3 mortes. No Rio, o 8 mais violento, a taxa é de 5,1 mortes. Em São Paulo a taxa é de 2,8.
Dados do Disque-Denúncia, do Governo Federal, mostram que a violência ocorre na frente dos filhos: 68% assistem às agressões e 15% sofrem violência física com as mães.
A violência contra a mulher é a maior preocupação para 56% das mulheres entrevistadas pela pesquisa realizada por IBOPE e Instituto Avon em 2009. A mesma pesquisa aponta que 55% dos entrevistados conhecem pelo menos um caso de violência doméstica.
Segundo pesquisa realizada pela Subsecretaria de Pesquisa e Opinião Pública do Senado Federal em 2005, 54% das mulheres entrevistadas acreditam que as leis existentes no Brasil protegem as mulheres da violência doméstica. Na mesma pesquisa, 40% das entrevistadas declararam já ter presenciado algum ato de violência contra mulheres e 17% afirmaram já ter sofrido violência, sendo que dessas, 55% sofreram violência física, 24% violência psicológica, 14% violência moral e 7% violência sexual.
Entre as mulheres agredidas, 71% foram vítimas mais de uma vez e 50% quatro vezes ou mais, segundo a mesma pesquisa. O marido ou companheiro é responsável por 65% das agressões.
91% dos brasileiros consideram muito grave o fato de mulheres serem agredidas por companheiros e maridos. As mulheres são mais enfáticas (94%), mas, ainda assim, 88% dos homens concordam com a alta gravidade do problema. (Pesquisa IBOPE/ Instituto Patrícia Galvão , 2004).
A idéia de que a mulher deve aguentar agressões em nome da estabilidade familiar é claramente rejeitada pelos entrevistados (86%), assim como o chavão em relação ao agressor, “ele bate, mas ruim com ele, pior sem ele”, que é rejeitado por 80% dos entrevistados (Pesquisa IBOPE/ Instituto Patrícia Galvão , 2004).
Em uma pergunta que pede um posicionamento mais próximo daquilo que o entrevistado pensa, 82% respondem que “não existe nenhuma situação que justifique a agressão do homem a sua mulher”. Em contrapartida, 16% (a maioria homens) conseguem imaginar situações em que há essa possibilidade. Observa-se que 19% dos homens admitem a agressão, assim como 13% das mulheres (Pesquisa IBOPE/ Instituto Patrícia Galvão , 2004).

Dados Lei Maria da Penha

Segundo pesquisa realizada pelo IBOPE e Themis - Assessoria Jurídica e Estudos de Gênero, em parceria com o Instituto Patrícia Galvão, 68% dos entrevistados declararam conhecer a Lei Maria da Penha (Lei nº 11.340/06).
A Lei é mais conhecida nas regiões Norte e Centro-Oeste, onde 83% dos entrevistados conhecem a Lei e seu conteúdo. No Nordeste e Sul as taxas de conhecimento são, respectivamente, de 77% e 79%.
Apesar da percepção do problema da violência doméstica contra a mulher e do conhecimento da Lei Maria da Penha, 42% da população diz que as mulheres não costumam procurar algum serviço ou apoio em caso de agressão do companheiro (IBOPE/Themis)
Segundo os entrevistados, o serviço mais procurado é o da delegacia da mulher (38%), sobretudo no Nordeste (44%) e nas capitais (45%). A delegacia comum de polícia vem na sequência, com 19%. (IBOPE/Themis)
Seguiremos em Marcha até que todas sejamos LIVRES!

Marcha Mundial Das Mulheres

ENCONTRO VAI REUNIR PROFISSIONAIS DE SAÚDE, FAMILIARES E PACIENTES DO PROGRAMA MUNICIPAL FISSURA LÁBIO-PALATAL

Pacientes do Programa Municipal Fissura Lábio-Palatal, familiares e profissionais da saúde participam nesta quinta-feira (25), às 19h, no auditório do Anexo da Secretaria Municipal de Saúde, da 2º Encontro de Atenção Integral ao Paciente com Lesão Lábio-Palatal. A assistente social e terapeuta de família e casal, Maria Paula Agodol de Almeida, ministrará duas palestras sobre os temas: “Família, Novos Modelos” e “Propostas Diferentes de Vida.
“Queremos acabar com o preconceito. Com essa discussão conseguiremos transformar o pensamento da sociedade, da família e principalmente dos pacientes. Temos um excelente programa realizado pela Prefeitura de Uberlândia e por meio dele podemos transformar a vida das pessoas que nascem com essa má formação congênita”, explicou Regina Helena Justino Mahlalela, coordenadora do Programa Municipal Fissura Lábio-Palatal.

Fissura Lábio-Palatal

A fissura lábio-palatal é uma abertura na região do lábio e/ou palato, ocasionada pelo não fechamento destas estruturas entre a 4ª e 12ª semana de gestação. “Normalmente, esta má formação pode ser vista pelo ultrassom durante a gravidez. Por isso, é importante que os médicos estejam atentos a este aspecto e orientem a mãe. Assim, quando a criança nascer, ela já terá todas as informações necessárias sobre a fissura e poderá lidar melhor com o tema, buscando o tratamento adequado”, orientou a coordenadora.
As fissuras podem ser unilaterais ou bilaterais e variam desde as formas mais leves às mais complexas. Em alguns casos, ocorrem fissuras atípicas em outras regiões da face. “No Brasil a estima-se que um em cada 650 indivíduos vivos tenham a fissura. Em Uberlândia, quatro bebês nasceram com esta má formação congênita neste ano”, contou Regina Helena Justino Mahlalela.
Em Uberlândia as ações do Programa Municipal Fissura Lábio-Palatal são realizadas em parcerias com outras unidades de saúde. O trabalho integrado garante mais agilidade no tratamento e diminui o número de óbitos.
Quando uma criança nasce com fissura, o hospital aciona a equipe multidisciplinar do Programa Municipal Fissura Lábio-Palatal, composta por médicos, dentistas, psicólogos, fonoaudiólogos e assistentes sociais. Estes profissionais são responsáveis pelo atendimento e tratamento dos pacientes com a má formação. “Vamos até o hospital, damos apoio e orientação os pais e familiares. A fonoaudióloga orienta como deve ser o aleitamento, quais as posições e faz a adaptação do bico da mamadeira. Geralmente, todos os pacientes precisam receber esse atendimento para que a reabilitação seja integral, efetiva, estética e funcional”, explicou a coordenadora.
Os pacientes, em sua maioria, são encaminhados ao Hospital de Pesquisas de Anomalias Crânio-Faciais da USP de Bauru (SP), onde o tratamento é feito em duas etapas. Na primeira, que acontece aos três meses de vida, é feita a cirurgia no lábio e com um ano a do palato. Entretanto, com o decorrer dos anos, podem ser realizadas em outras intervenções cirúrgicas.
”Depois de passar pela cirurgia, o paciente permanece em tratamento com nossa equipe até ter alta. Dependendo do caso, alguns são acompanhados por nossos dentistas, médicos, fonoaudiólogos, psicólogos e assistentes sociais até a fase adulta, para garantir total recuperação”, concluiu Regina Helena Justino Mahlalela.

O quê?
2° edição do Encontro de Atenção Integral ao Paciente com Lesão Lábio-Palatal

Quando?
Quinta-feira (25), às 19h

Onde?
No Auditório do Anexo da Secretaria Municipal de Saúde, que fica na João Naves de Ávila, nº 2202, bairro Santa Maria
*Palestras “Família, Novos Modelos” e “Propostas Diferentes de Vida”, com a assistente social e terapeuta de família e casal, Maria Paula Algodol de Almeida

Fonte: Programa Municipal Fissura Lábio-Palatal

BEMSOCIAL CEAIS 1 E 2 IMPLANTAM ACADEMIAS DE MUSCULAÇÃO

Os frequentadores dos BemSocial Ceai 1 (bairro Brasil) e 2 (bairro Laranjeiras) poderão até o final do ano participar de aulas inaugurais de musculação. A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Trabalho está implantando nessas unidades uma academia como forma para ampliar ainda mais as atividades oferecidas aos idosos. Já são oferecidas atividades físicas, ocupacionais (tricô, pintura em tecido), dança, coral, violão, hidroginástica, dentre outras.
“Com as aulas inaugurais no próximo mês, os usuários dos BemSocial Ceai poderão conhecer melhor esse projeto e se inscrever para no próximo ano ter acesso a mais esse benefício. Vale destacar que as atividades começam efetivamente em fevereiro de 2011, já que em janeiro os equipamentos sociais da prefeitura estão em recesso”, explicou Iracema Barbosa Marques, secretária municipal de Desenvolvimento Social e Trabalho.
As academias contam com aparelhos de peitoral, polia dupla (para exercitar a musculatura do ombro, peito, perna e braço), canga/remador (para exercitar a musculatura dorsal), abdominais, espaldar (para alongamentos), bicicletas ergométricas, halteres, anilhas, caneleiras e bolas de pilates. Os idosos serão acompanhados e orientados por profissionais de educação física e fisioterapia durante todo o período de atividadeb.
Para o próximo ano já está programada a instalação da academia nas outras duas unidades, localizadas nos bairros Luizote de Freitas (Bem Social Ceai 3) e Guarani (BemSocial Ceai 4). “Essa expansão do atendimento faz parte dos programas da administração do prefeito Odelmo Leão em oferecer o melhor para os idosos de nossa cidade. Os especialistas do atendimento ao idoso mostram que um dos grandes benefícios para a qualidade de vida é a academia de musculação”, afirmou Iracema Barbosa Marques.
No ato da matrícula é necessário o idoso levar um laudo médico que comprove que está apto a desenvolver as atividades físicas escolhidas.

Fonte: Secretaria de Comunicação - PMU

UBERLÂNDIA REALIZA I CURSO PREPARATÓRIO PARA ADOÇÃO

Será realizado nos dias 30 de novembro e 02 de dezembro de 2010, no Salão do Tribunal do Júri, o I Curso Preparatório à Adoção.
O curso destina-se aos casais inscritos para possíveis adoções na Vara da Infância e Juventude da comarca de Uberlândia.
A realização do curso é em atendimento à Lei Federal nr. 12.010/09, que dispõe sobre adoção e determina em seus artigos que a inscrição de postulantes à adoção seja precedida de um período de preparação psicossocial e jurídica, orientado pela equipe técnica da Justiça da Infância e Juventude, preferencialmente com o apoio dos técnicos responsáveis pela execução da política municipal de garantia do direito à convivência familiar.
O principal objetivo do curso é proporcionar às pessoas e casais adotantes, o efetivo conhecimento sobre o instituto da adoção, tanto sob a ótica jurídica quanto psicossocial, fornecendo-lhes informações básicas para uma decisão segura e para sua efetiva preparação para a superação das dificuldades inerentes ao processo de adoção.
O curso está sob a responsabilidade da juíza Édila Moreira Manosso e será ministrado por uma equipe de técnicos do Setor Psicossocial da Vara da Infância e Juventude e tem o apoio do Núcleo da Escola Judicial Desembargador Edésio Fernandes e do Núcleo da Assessoria de Comunicação Institucional, com início previsto para as 13hs do dia 30 de novembro, no fórum Abelardo Penna, Pça Prof. Jacy de Assis, s/n, Centro, Uberlândia.

Fonte: ASCOM TJMG – Comarca de Uberlândia

terça-feira, 23 de novembro de 2010

SEMANA DO DOADOR VOLUNTÁRIO DE SANGUE

ADRIANO ZAGO PARTICIPA DE DEBATE SOBRE EDUCAÇÃO

Adriano Zago durante seu pronunciamento
Mesa de trabalho da II Semana de Educação
O público tem participado ativamente das discussões


O vereador Adriano Zago participou nesta terça-feira de um debate, que aconteceu durante a II Semana de Educação, programada para acontecer entre os dias 22 e 26 de novembro, no Plenário da Câmara Municipal de Uberlândia.
Em seu pronunciamento, Adriano Zago reforçou que a Educação é um tema que ele acompanha de perto e vem participando ativamente de vários eventos em escolas e entidades educacionais, com o objetivo de buscar formas de poder legislar em benfício deste setor da sociedade.
O Programa Nacional de Educação é o tema central da discussão nesta semana, que aborda também a Formação e Valorização dos Profissionais da Educação e a Violência na Escola: O Papel do Estado e da Família.

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

ELEIÇÃO DE MESA DIRETORA FOI UM MOMENTO IMPORTANTE NO PROCESSO DE MUDANÇA POLÍTICA NA CIDADE



Adriano Zago deposita na urna seu voto
 
O vereador Adriano Zago acredita que a eleição da Mesa Diretora da Câmara Municipal de Uberlândia, realizada na quarta-feira (17), teve uma importância histórica para o processo da condução da casa. “A vitória foi política, mesmo tendo a Chapa União obtido maioria dos votos, podemos dizer que a Chapa Democracia foi vitoriosa politicamente, pois conseguimos manter um grupo coeso constituído com base democrática, responsabilidade, transparência e ética”.
Adriano Zago reforça que um processo democrático inicia-se dentro de “casa”, quando os pares comprometem-se com a transparência e a ética. Este é o modelo que resgatará a péssima imagem que veicula hoje no Brasil, sobre o comportamento político-partidário. “Sabemos que este momento foi necessário para fortalecer o Poder Legislativo. Só o fato de trazermos à discussão a importância do cumprimento rigoroso do regimento interno, respeitando as diferenças partidárias e conseguindo reunir diferentes pensamentos políticos, já mostra que é uma abertura dentro de um modelo político instaurado há muito tempo”, reforça.
E finalizando, agradece a oportunidade que teve de estar próximo de colegas vereadores que também buscam mudanças na forma de legislar. “A articulação que o grupo conseguiu neste momento mostra que existem vereadores preocupados em transformar a atuação do legislativo, trabalhando de forma sincronizada, em benefício de toda a sociedade”, concluiu.

Foto: Welton Neves

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

DISCURSO DO DIA 10/11 SOBRE AS ELEIÇÕES DA MESA DIRETORA DA CÂMARA MUNICIPAL E A QUESTÃO ÉTICA NA POLÍTICA



É sabido que a imprensa não tem divulgado de forma positiva a eleição da Mesa Diretora da Câmara Municipal afirmando que projetos de leis importantes estão sendo preteridos de discussão em detrimento da eleição que ocorrerá em 17/12. Esclareço à população que a eleição da Mesa é tão importante quanto a discussão e votação de qualquer projeto em tramitação na Casa.
Considero que não há prejuízos aos projetos e que todos vereadores afiançarão suas palavras e estes serão votados em tempo hábil. A existência de dois grupos disputando a Mesa indica que a democracia na Câmara Municipal é madura e não há uma divisão ou racha como estão tentando colocar para a população o que pode trazer confusão para a sociedade.
Diante disto gostaria de pautar a minha fala. Se olharmos atentamente o cenário político brasileiro perceberemos que estamos vivenciando uma grande crise política. Atualmente, as palavras mais ouvidas e lidas na imprensa são corrupção, desonestidade, compra de votos, abuso de poder, tráfico de influência, desvio de dinheiro público, atos secretos, utilização indevida de verba indenizatória e tantas outras que desqualificam a atividade política. Este cenário nos remete a reflexões sobre a inexistência de uma aliança entre a ética e a política.
De acordo com o autor Adolfo Vazquez, a ética pode ser entendida como a ciência que estuda as relações morais dos homens entre si, ou seja, a ética investiga os princípios, as práticas morais e tradicionais consideradas valores que regem as condutas humanas de determinada sociedade. Resumindo, a ética trata do caráter do indivíduo.
Para o professor Dalmo Dallari a política é a conjugação das ações de indivíduos e grupos humanos, dirigindo-se a um fim comum. E este fim comum deve ter como ideal o bem-estar, a igualdade entre os componentes da sociedade e a paz social. Abreviando, a política preocupa-se com a coletividade.
Entretanto, a ética da política é diferente da ética da vida pessoal. Enquanto na vida pessoal o indivíduo deve agir de acordo com os princípios morais aceitos em cada sociedade, na vida política o indivíduo deve agir dentro da ética da responsabilidade, ou seja, deve levar em consideração as consequências das decisões tomadas por ele.
A política, em um regime democrático, exige alianças, acordos, trocas de favores e benefícios. Esta exigência cobra um preço muito alto. Talvez seja por isso que na política a ética parece não ter importância. A impressão deixada é aquela que a política não passa de uma disputa entre grupos poderosos, que influenciam a opinião pública de acordo com seus interesses. Ressalte-se que são interesses de setores da sociedade inacessíveis para a grande maioria da população.
E a aliança entre a ética e a política é possível?
Eu, particularmente, acredito que essa aliança é possível e acima de tudo necessária. Para isso é indispensável que os políticos e governantes consigam conciliar valores pessoais com gestão pública. Também é imperativa a participação da sociedade e das instituições competentes na fiscalização do trato com a coisa pública. Portanto, essas atitudes são caminhos de superação dos problemas na relação entre ética e política.
Enfim, a realidade atual deve ser repensada. Aliar ética e política é vital para o desenvolvimento do país e do município. Sem essa aliança, não poderemos viver em um país solidário e humano que lute pela igualdade entre as inúmeras camadas sociais hoje existentes no Brasil.
Diante disto, e cumprindo os preceitos da tripartição de poderes é condição sine qua non que defendo uma Câmara autônoma/independente, mas parceira do Executivo Municipal e que estabeleça um novo modelo de discussão política.
O que importa é que a Câmara seja dirigida por pessoas competentes que levem a sério os anseios da comunidade e que cumpram seus papéis de fiscalizadores.
É hora de repensarmos as práticas políticas que têm norteado a Câmara Municipal de Uberlândia, há que dar espaço para o nascimento de novas lideranças pois entendo que a liderança é uma poderosa combinação de estratégia e caráter.
Para terminar cito uma frase do treinador da seleção brasileira de vôlei, Bernardinho: “Nunca esqueça que a vaidade é inimiga do espírito de equipe."
Na atividade político-partidária o discurso deve corresponder à práxis (atividade prática), visando modificar e transformar a sociedade, as relações políticas, e de poder, e isto somente será conseguido através de ações éticas.

Meu muito obrigado.

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

LISTA DE INSCRIÇÕES HOMOLOGADAS PARA CONCURSO PÚBLICO DA PREFEITURA DE UBERLÂNDIA ESTÁ DISPONÍVEL

Quem vai participar do Concurso Público da Prefeitura de Uberlândia pode consultar se a sua inscrição foi homologada. O sistema de consulta está disponível no site www.conesul.org ou no portal http://www.uberlandia.mg.gov.br/noticia.php?id=6090.
De acordo com a Secretaria Municipal de Administração, se houver inscrições múltiplas do mesmo candidato (em funções cujas provas ocorram em único turno), o inscrito deverá optar por um dos cargos através do sistema ou informar sua escolha à Conesul (via e-mail conesul@conesul.org), no prazo máximo de dois dias a contar da data da divulgação dos dias e horários das provas.
A contar do primeiro dia subseqüente à publicação do “Aviso de Homologação das Inscrições”, abre-se prazo de 2 dias úteis para que os candidatos que não tiveram suas inscrições homologadas ingressem com recurso, conforme item 13.1 do Edital.

Data e horários da prova

A aplicação da prova objetiva e da redação (para cargos que exigem) do Concurso será no dia 12 de dezembro. Às 8h, os candidatos nas funções de ensino superior e ensino fundamental farão a avaliação. Na parte da tarde, às 14h, será a vez de inscritos nos cargos de ensino médio e ensino médio/técnico.
Serão 40 questões para os cargos de nível do Ensino Fundamental Completo, Ensino Fundamental Incompleto e Ensino Médio Completo. Para os de nível técnico serão aplicadas 50 questões e para os de nível Superior, 60 questões. A prova tem caráter eliminatório e classificatório para todas as funções, sendo que em algumas, serão exigidas avaliação física, prova de títulos e redação.

INSCRIÇÕES PARA VAGAS NA REDE MUNICIPAL DE ENSINO SERÃO REALIZADAS PELA INTERNET

Interessados em matricular crianças ou adolescentes para estudar em uma das escolas da Rede Municipal de Ensino em 2011 (exceto escolas da zona rural), poderão efetuar a inscrição gratuitamente para candidatos a vagas a partir próxima terça-feira (09) no portal da Prefeitura de Uberlândia. O prazo se estende até 23 de novembro.
Segundo Célia Tavares, assessora pedagógica da Secretaria Municipal de Educação, esta proposta foi implantada para ampliar o atendimento feito aos interessados. “Queremos proporcionar agilidade e comodidade aos cidadãos. Esta interatividade vai facilitar o processo, pois os pais ou responsáveis poderão fazer a inscrição no computador de casa, do trabalho ou de qualquer lan house”, explicou.
Ainda de acordo com a assessora, quem não tiver acesso à internet poderá realizar o procedimento em qualquer uma das unidades municipais de ensino. “Aqueles pais ou responsáveis que não conseguirem efetuar as inscrições ou não tenham como entrar na internet, devem procurar a escola mais próxima de sua casa e pedir que façam o registro do candidato à vaga. A escola disponibilizará funcionários para auxiliar, que farão o cadastro dos interessados. Entretanto, é preciso que fique bem claro que as inscrições para a classificação não garantem as vagas. Para que um aluno seja selecionado, serão avaliados critérios como documentação e zoneamento”, expôs.
Os estudantes que pretendem permanecer na mesma escola (desde que ela ofereça continuidade dos estudos) e os candidatos às vagas da Educação de Jovens e Adultos (EJA) não precisam efetivar a inscrição.
O cadastro para candidatos a vagas na Educação Infantil (berçário ao 2º período) ou no Ensino Fundamental (1° e 6° ano) deve ser feito pelos pais, responsáveis legais ou alunos com mais de 18 anos. “Quem realizar o cadastro nas escolas, deverá apresentar certidão de nascimento, certidão de casamento ou carteira de identidade; número do CPF da mãe, do pai ou do responsável legal do candidato; comprovante de endereço atualizado; cartão de vacina e credencial de deficiência ou laudo médico, caso necessário”, disse Célia Tavares.

Classificação e matrícula

A lista com os alunos classificados estará disponível no portal www.uberlandia.mg.gov.br, pelo link “Inscrição Escolar 2011”, a partir do dia 06 de dezembro e também serão afixadas nas escolas.
Depois do processo de classificação começam as matrículas. “Os candidatos classificados deverão apresentar a documentação exigida pela escola, no período de 13 a 17 de dezembro. Caso a matrícula não seja feita neste ínterim, o aluno perde o direito a vaga ou vai para a lista de espera”, apontou a assessora pedagógica.
Confira instrução normativa de inscrições para candidatos a vagas na Rede Municipal de Ensino no endereço eletrônico:

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

ADRIANO ZAGO VISITA TV INTEGRAÇÃO


Adriano Zago no estúdio de gravação do Programa Globo Esporte

O diretor de Jornalismo da TV Integração Paulo Eduardo Vieira
e o vereador Adriano Zago na ilha de transmissão do sinal digital em Uberlândia

Há mais de um ano, a TV Integração iniciou a transmissão pelo sistema digital em Uberlândia. Além de ser a primeira afiliada Globo, a TV Integração foi também a primeira emissora do país a levar a tecnologia para fora dos grandes centros.
Considerada um dos exemplos mais bem sucedidos de implantação da TV Digital, em 2010 a afiliada dá mais um salto no seu projeto de digitalização preparando para atingir outras importantes cidades de sua área de cobertura.
Para conhecer de perto toda a tecnologia utilizada no jornalismo televisivo deste emissora, o vereador Adriano Zago esteve nas instalações da TV Integração, junto com sua assessoria de comunicação. Zago admira o processo de comunicação de massa e tem participado de eventos e encontros de comunicação, com o objetivo de conhecer melhor o processo de criação da notícia e a rotina diária dos profissionais do jornalismo. 





quinta-feira, 4 de novembro de 2010

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

ESTUDANTE DE FILOSOFIA ENTREVISTA ADRIANO ZAGO

Adriano Zago e o estudante de Filosofia da UFU, Saulo Devos

O verador Adriano Zago recebeu nesta quarta-feira (04), a visita do estudante Saulo Devos, do curso de Filosofia da Universidade Federal de Uberlândia. Saulo esteve no gabinete para entrevistar o vereador sobre sua atuação na área de assistência social, antes mesmo do mandato como vereador.
Neste encontro Adriano Zago teve a oportunidade de falar sobre seus projetos e da importância da participação dos cidadãos e cidadãs em seu trabalho, principalmente os estudantes, que tem buscado informações no gabinete do vereador, sempre que precisam realizar pesquisas acadêmicas.

ADRIANO ZAGO VISITA A ENTIDADE TICÔTE

Adriano Zago, Sônia Martins Costa e equipe de voluntárias da Unidade IV da Divulgação Espírita Cristã Ticôte

Sônia Martins Costa, Adriano Zago, Elza Ferreira Miranda e Celina Martins Costa


O vereador Adriano Zago esteve na tarde desta quarta-feira, na Unidade IV da Divulgação Espírita Ticôte, visitando as instalações e conhecendo de perto o projeto de assistência social desenvolvido pela entidade.
Em agosto deste ano o vereador homenageou a entidade através da comenda Alexandrino Garcia, que tem como objetivo homenagear as pessoas físicas ou jurídicas que investem em atividades filantrópicas contribuindo com o progresso do município. A homenagem é prestada a cada dois anos.

DISCURSO SOBRE AS ELEIÇÕES E A DEMOCRACIA

Adriano Zago durante o seu pronunciamento

Sr. Presidente da Mesa Diretora, prezados colegas de vereança, público presente e telespectadores da TV Legislativa.
Chegamos ao fim de uma longa jornada. O povo brasileiro se manifestou e se manifestou com clareza. Em uma disputa tão longa e difícil como foi essa campanha, a eleita Dilma Rousseff merece o nosso respeito, por sua capacidade e perseverança inspirando a esperança de tantos milhões de brasileiros e brasileiras em um futuro profícuo com justiça social e respeito aos direitos individuais e coletivos.
Acredito que esse é o julgamento da população e teremos de refletir sobre isso com sinceridade e que realize a sua missão a serviço de todo o país.
Não podemos nos esquecer que toda eleição, não importa o quanto seja disputada, termina com uma expressão de união nacional.
Alguns retrataram a eleição presidencial brasileira como uma campanha de combate organizado entre inimigos. Como a guerra, é barulhenta e passional. A mídia tendeu a reforçar esse tema militar enfatizando a divisão e o conflito, com vencedores (as) e perdedores (as) em destaque em pesquisas de opinião semanais. Os (as) candidatos (as) lançam dúvida sobre a competência, o caráter e as qualidades de liderança dos rivais.
As organizações das campanhas presidenciais modernas trabalham para dividir o eleitorado em segmentos e depois consolidar ideologicamente a maioria desses blocos de eleitores (as). Essa estratégia fragmenta a nação em partidos, estados, regiões, etc. Cada eleição presidencial é considerada a mais disputada e acirrada. A nação, muitos comentaristas concluem, termina polarizada como nunca antes.
Entretanto temos que repensar e refletir pois quaisquer que sejam as diferenças político-partidárias, somos concidadãos (ãs) brasileiros (as). O sufrágio universal deu seu recado, e eu espero que a presidenta da República seja capaz de realizar sua missão. Sem sombra de dúvida a eleição revigora a democracia.
A partir da inestimável lição do teórico da Revolução Francesa, ABADE SIEYES, aprendemos que a legitimidade para o exercício do poder público somente pode ser perseguida e obtida, pelo uso constante de um instrumento estratégico: o voto, nas eleições periódicas, universais e secretas.
No seu famoso "Discurso de Gettysburg", proferido na Guerra Civil Americana, Abraham Lincoln exortava as virtudes do que chamou o «governo do Povo, pelo Povo e para o Povo». Ao fazê-lo e entre duas noções alternativas de democracia, proclamava a do "Governo do Povo" no sentido do governo em que participa o coletivo a população que se governa a si própria. Acentuava, por outro lado, o "Governo para o Povo" na perspectiva de que a finalidade do governo é o interesse público e que este deve ser exercido em benefício do povo, de uma forma direta ou indireta.
Emile DURKHEIM, no seu clássico Lições de Sociologia, entende a Democracia como: "... a forma política pela qual a sociedade chega à mais pura consciência de si mesma. Um povo é tanto mais democrático quanto mais considerável é o papel desempenhado, na marcha dos negócios públicos, pela deliberação, pela reflexão, pelo espírito crítico".
Cada um de nós tem o direito e o dever de contribuir para o fortalecimento da democracia, sonhando e vivendo a realidade da edificação diuturna de uma sociedade justa, solidária e livre. Este compromisso é o ideal capaz de mover a inteligência infinita na direção do interesse coletivo conciliando a liberdade e a igualdade que é o cerne da Democracia.
E o façamos, com ardor e persistência, sob o amparo firme da verdade constatada por Max WEBER: "... é absolutamente certo, e assim o prova a História, que neste mundo nunca se consegue o possível se não se tentar, constantemente, o impossível".

VIVA A DEMOCRACIA!

Meu muito obrigado.

PROVA OBJETIVA DO CONCURSO PÚBLICO DA PREFEITURA DE UBERLÂNDIA SERÁ DIA 12 DE DEZEMBRO

A data de aplicação da prova objetiva do Concurso Público da Prefeitura de Uberlândia foi alterada. Por isso, quem se inscreveu, deve ficar atento: a avaliação será no dia 12 de dezembro e não no dia 5. “A alteração foi necessária, porque outros concursos serão realizados no município na data proposta anteriormente”, disse Marly Mellazzo, secretária de municipal de Administração.
Serão 40 questões para os cargos de nível do Ensino Fundamental Completo, Ensino Fundamental Incompleto e Ensino Médio Completo. Para os de nível técnico serão aplicadas 50 questões e para os de nível Superior, 60 questões. A prova tem caráter eliminatório e classificatório para todas as funções, sendo que em algumas, serão exigidas avaliação física, prova de títulos e redação.
Ao todo, serão disponibilizadas mais de 1.800 vagas para contratação imediata, sendo 185 destinadas para pessoas com deficiência. Todos os aprovados, de acordo com os critérios estabelecidos no edital, serão classificados. Os que excederem as vagas disponíveis vão para o cadastro de reserva pelo período de vigência do concurso. A carga horária varia de 20 a 30h semanais de acordo com o cargo pretendido e os salários vão de R$ 517,30 a R$ 1.397,47.

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

VEREADOR PARTICIPA, EM BRASÍLIA, DO XIII CONGRESSO BRASILIENSE DE DIREITO CONSTITUCIONAL


Teve início, na manhã da quinta-feira (28), o XIII Congresso Brasiliense de Direito Constitucional, realizado pelo Instituto Brasiliense de Direito Público.Sob coordenação científica do professor Gilmar Mendes, ministro do STF, este ano o evento trouxe à discussão o tema "Constituição e Desenvolvimento: Propostas e Perspectivas para um Novo Horizonte". Grandes nomes do Direito brasileiro participam dos painéis e palestras da programação. Entre eles estão os ministros do STF Carlos Ayres Britto, Carmen Lúcia, Dias Toffoli, Ricardo Lewandowski, entre outros ministros de tribunais superiores.
O vereador Adriano Zago está prestigiando o evento, já que, além de ser um representante do legislativo municipal, é também advogado, e tem grande interesse em aprender cada vez mais sobre temas relacionados ao Direito.
Além dos grandes nomes nacionais, o XIII Congresso Brasiliense de Direito Constitucional contará ainda com nomes internacionais. Os professores Carlos Miguel Herrera (França), Ockert Dupper (África do Sul), Reinhard Singer (Alemanha) e Michael Bertrams (Alemanha) vêm do exterior para participar do evento.
Entre os temas que serão debatidos nos três dias de Congresso estão Direitos Sociais e Ativismo Judicial, O Novo Cenário Econômico Brasileiro; Jurisdição Constitucional Estadual; Ações Afirmativas e Política de Cotas; Jurisdição Constitucional e Desenvolvimento Econômico.
Além dos grandes nomes nacionais, o XIII Congresso Brasiliense de Direito Constitucional contará ainda com nomes internacionais. Os professores Carlos Miguel Herrera (França), Ockert Dupper (África do Sul), Reinhard Singer (Alemanha) e Michael Bertrams (Alemanha) vêm do exterior para participar do evento.

ADRIANO ZAGO PARTICIPA DE PALESTRA COM O JORNALISTA LUIZ GUSTAVO

Adriano Zago, o jornalista Luiz Gustavo e a coordenadora do Curso de Jornalismo
da Faculdade Católica de Uberlândia, professora Cleide Maria Silva e Sousa

O evento contou com a participação de alunos de outras instituições,
professores, jornalistas, além dos estudantes da Católica 

Durante a terceira edição da Semana de Comunicação da Faculdade Católica de Uberlândia, ComuniCatólica, o vereador Adriano Zago esteve presente para prestigiar a palestra do jornalista Luiz Gustavo, que durante mais de 15 anos agraciou os uberlandenses com suas reportagens na TV Integração. Na palestra Luiz Gustavo falou sobre a importância que há em ser preseverante, em busca dos sonhos. "A informação não chega até nós pronta, é preciso que o jornalista vá atrás da melhor reportagem. Mas isso acontece através do esforço de cada um", comentou.
A ComuniCatólica teve início na segunda-feira (25) e seu encerramento acontece na noite de quinta-feira (28), com um debate sobre rádiojornalismo, com profissionais da imprensa local.

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

ADRIANO ZAGO CONHECE DE PERTO O PROGRAMA CERRADO E LETRAS

Adriano Zago, Martha Pannunzio e professora Jane de Fátima

Adriano Zago, ao lado de Martha Pannunzio, fala sobre a importância daquele momento

Os estudantes tiveram a oportunidade de conhecer um pouco sobre o cerrado
do Triângulo Mineiro e a história do distrito de Miraporanga


Adicionar legenda


O vereador Adriano Zago aproveitou a manhã da quarta-feira (27) para conhecer de perto o programa Cerrado e Letras, na Fazenda Água Limpa, no distrito de Miraporanga. O programa é uma ação de educação não-formal, que utiliza o livro-tema “Bicho do mato” de autoria de Martha Azevedo Pannunzio, como ponto de partida para desenvolver a arte e a educação ambiental, e é direcionado a alunos do ensino fundamental, das escolas das redes pública e privada de Uberlândia. “Finalmente o bioma CERRADO ganha um aliado poderoso: o jovem estudante, assessorado por professores, palestrantes especializados e por mim, que sou escritora e educadora ambiental. Esta solenidade é aberta a todos os interessados em colaborar e patrocinar”, ressalta a escritora, Martha Pannunzio.
Durante as atividades do programa, Adriano Zago teve a oportunidade de conversar com os jovens presentes sobre sua atuação como vereador, e a importância da participação social na política, além de reforçar que a visita à casa de Martha Pannunzio deveria ser vista por eles como uma oportunidade única, para que se explorasse, o máximo, o aprendizado proporcionado pelo evento.
Martha Pannunzio é licenciada em Letras neolatinas (1959) pela Universidade Mackenzie, São Paulo-SP e também licenciada em Comunicação Visual e Artes Plásticas (1977) pela UFU-Universidade Federal de Uberlândia. Pós-graduada em Educação Ambiental (2009) pela Faculdade Católica de Uberlândia. Escritora e artista plástica. Autora dos livros: Veludinho, Os Três Capetinhas, Bicho do Mato, Era Uma Vez Um Rio, Bruxa de Pano e Você Já Viu Gata Parir?


UBERLÂNDIA CONQUISTA PELA NONA VEZ O TÍTULO DE CAMPEÃ DOS JIMI

Uberlândia coleciona mais uma conquista nos Jogos do Interior de Minas (JIMI). No quadro geral de medalhas venceu pela nona vez. A cidade ficou com 37 medalhas de ouro, 28 de prata e 15 de bronze.
De acordo com o diretor-geral da Fundação Uberlandense do Turismo, Esporte e Lazer (Futel), Antônio Carrijo, mais uma vez os atletas de Uberlândia mostraram seu potencial e trouxeram o título de campeão. “A Prefeitura de Uberlândia, por intermédio da Futel, deu todo apoio para que os atletas pudessem competir em todas as etapas do JIMI. Estamos muito satisfeitos e orgulhosos do resultado”.
Para o representante dos JIMI no Município, Vinícius Fontes Campos, vale destacar o desempenho de todas as equipes, especialmente da paraolímpica na competição. "Esta foi a 5ª edição da natação paraolímpica e a equipe de Uberlândia sagrou-se Penta Campeã. No Atletismo esta foi a 7ª edição e nossos atletas foram heptacampeões. Os atletas do esporte paraolímpico mais uma vez mostraram seus talentos”.
Na etapa final dos JIMI, participaram 4.394 atletas, 2.458 disputaram modalidades coletivas, 1.625 modalidades individuais e 311 modalidades para pessoas com deficiência.

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO GRATUITA DE NOVEMBRO NA OFICINA CULTURAL

OFICINA CULTURAL DE UBERLÂNDIA

Programação Gratuita de Novembro 2010
Inscrições: 01 a 05/11 das 12h as 18h
Apresentar documentos de identidade e CPF
Local: Praça Clarimundo Carneiro, 204
Centro Histórico – 3231-8608 ou 3214-9889


ARTESANATO

Oficina: “Bonecas de pano”
Ministrante: Mara França
Período: 08 a 29/11 – 2ª e 6ª feira
Horário: 08h as 11h
Público alvo: Interessados a partir de 12 anos
Vagas: 15 primeiros inscritos
Resgatar a memória e construir a identidade

Oficina: Estamparia Alternativa
Ministrante: Marília Tavares
Período: 08 a 12/11 – 2ª a 6ª feira
Horário: 14h as 17h
Público alvo: Interessados a partir de 14 anos
Vagas: 15 primeiros inscritos
Desenvolver a capacidade de criação e produção, por meio de técnicas que possibilitem a estamparia artesanal

ARTES VISUAIS

Oficina: “Iniciação a pintura”
Ministrante: Rita Peripato
Período: 16 a 25/11 – 2ª a 5ª feira
Horário: 14h as 17h
Público alvo: Interessados a partir de 10 anos
Vagas: 15 primeiros inscritos
Propiciar o conhecimento de técnica que possa incentivar a criatividade, capacitando o aluno a se expressar por meio da arte.

DANÇA

Oficina: Capoeira
Ministrante: Mestre Urso
Período: 10/11 a 10/12 – 4ª e 6ª feira
Horário: 18h as 20h
Público alvo: Interessados a partir de 14 anos
Vagas: 15 primeiros inscritos
Iniciação à prática da capoeira

PROJETO CULTURA À MODA DA CASA

Show “AFROSAMBA”
Comemoração do mês da Consciência Negra
Banda: Sociedade Livre
Data: 30 de novembro – 3ªfeira
Horário: 19h:30'
Local: Oficina Cultural de Uberlândia

ENTRADA FRANCA